“One simple elegant equation which describes the whole Universe.”

Para fazer isto, temos de ter em conta certas suposições/factos previamente estabelecidos. Comecemos pela Lei da conservação da energia, que diz o seguinte:

Energia Total do Universo = 0

(do nada vamos para o nada)

Isto é, a perspectiva energética global é a de estabilidade. Isto implica que o somatório dos processos que nele decorrem tem de ser igual a um grande e bonito círculo (“0”). Dentro de um sistema é possível manter um offset aparente, mas é necessário não esquecer que tudo ruma à estabilidade. E uma balança, depois de retirados os véus que cobrem os pesos, volta sempre ao equilíbrio…

scales_of_justice_117108

Posto isto, passemos ao segundo pressuposto: 84,1% da matéria e energia do Universo são consideradas negras, nome esse que pode derivar do facto de não as podermos comprovar experimentalmente (Ou será que sim? Não sei…). Presumindo que existem, como interagem estas com aquilo que conhecemos, com a nossa realidade? Talvez tenham um impacto muito maior do que aquele que julgamos ser possível. Se não ora vejamos.

A consciência que pode pertencer, e pertence, a uma dimensão anexa à do tecido espaço-tempo, pode manipular essas matéria e energia negras. Atenção, qualquer alteração dentro de um sistema tem SEMPRE consequências, mais ou menos ou mesmo nada previsíveis. Assim, a nossa única e não especial consciência, a mesma que actua sobre nós e o meio que nos rodeia, deve reger-se por alguns princípios e valores intemporais, assim como pelas leis básicas da vida. Como se tratassem de uma espécie de “Guideline” que rege o nosso sistema operativo e hardware. Assim, assumindo que podemos manipular algo cuja existência se encontra ainda por definir, temos de considerar as possíveis consequências dessa nossa vontade em mudar as coisas, ou de mantê-las na mesma. É uma espécie de loop, de ciclo de pescada de rabo na boca… se é que me faço entender. Se fosse de outra maneira, as nossas acções (ou manipulações de matéria e energia) seriam reflexo do nosso capricho inconsciente e, por conseguinte, levar-nos-iam por um caminho tortuoso cheio  de instabilidade. Mas este offset é pura ilusão. Ilusionismo elitista, camuflado por uma torrente de estímulos e percepções que não nos deixam distinguir o que é consequência da nossa consciência do que é manipulação em massa. Investidores privados? Corrupção? Política e religião autodestrutivas? Epá, quantas camadas tem esta cebola?

aturingÉ bom que meditemos sobre isto um bocadinho, apenas o suficiente para perceber, once and for all, que nós somos causa e consequência de um Universo que também o é para connosco! A consciência é uma espécie de mediador ou árbitro ou juíz que mantém a estabilidade do nosso Universo. Acham que este está equilibrado?

A equação é esta: Pensar!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s