Again today, the day is gray…

Não, não é pela falta de Sol. Nem muito menos pelas muitas saudades que eu tenho Dele… que até justificariam este meu, e só meu, mau estar de Alma… Não apanhar Luz de Sol, essa estrela ardente indispensável, reduz a energia que a minha prisão tem disponível para pensar e, frequentemente, isso faz-me sentir impotência.

#1- “Ah bolas, se fosse a verga física até tinhas medicamentos e tratamentos, agora sendo assim… hummmmm, não sei não….”

Oh cala-te mas é. Eu sei que estou bem de Consciência e de Espírito. Não é por me sentir momentaneamente mal que estou verdadeiramente mal. Longe disso, muuuuuuiiiitoooo longe…. Seria o equivalente, caso dito, a dizer que estou doente do corpo todo só porque me sinto constipado, momentaneamente constipado. Mas adiante…

#1-“Oh, não dês a volta. Uma Alma não tem nada a ver com o corpo. É que nem faz sentido…”

Não faz sentido na cabeça, na tua claro está! Para nós (=EU=Alma+Corpo), uma pessoa é um conjunto indissociável constituído pelo físico e por algo cuja existência é uma metade incompletamente preenchível de significâncias. Como se fosse uma física não-concreta mas, digamos, meta-prefixada que a sociedade insiste em ignorar.
Uma Alma, essa meta-coisa aparentemente inexplicável, é uma espécie de dom que todos temos (quase todos vá… 99% temos); uma espécie de Consciência intemporal que resulta de todas as nossas vivências acumuladas (lembradas e não lembradas)… e eu acredito nas reincarnações. Trocando por miúdos, o Karma recompensa-nos se tivermos agido em conformidade quando éramos qualquer “coisa-existêncial” noutra vida qualquer, com corpo e, por isso, com Alma. Mas uma “coisa-existencial” só tem alma se praticar os valores que defende. O que me leva a outra questão….
Epah, onde é que a ganância desmedida (e que por isso não sabe onde e quando parar) irá parar? Onde é que essa ganância quererá chegar no vector indissociável do espaço-tempo?

#2-“Ah e tal, O Karma não existe. Pffffff, olha-me este…”

Oh e não existe porquê? Só porque Deus tem de existir? E se eu não gostar desse Deus mas sim do Karma? O mesmo Karma que me diz para fazer o que considero justo, de acordo para a minha Consciência…. Ãh? E se a minha Consciência não concordar com o capitalismo.?. Ou com o monopolismo.?. Ou com o oligopolismo.?. Ou com oligarquias.?. Ou com a pobreza que cega os nossos olhos e que, por isso, não nos deixa vê-la, errada tal como é a ganância que a origina.?. Então e se os ricos (monetariamente falando) precisam de cada vez mais dinheiro para preencher o vazio que cresce em proporção a esse enriquecimento tudo-para-mim-nada-para-África? Afinal estamos ou não estamos todos no mesmo planeta? É justo procurar por água fora do planeta, no infinitamente imenso Universo, enquanto morrem milhões e milhões de crianças devido à fome/doenças/desidratação? Não seria esse dinheiro melhor investido em um Bem Geral, num Amor unificado, que queira o bem de um todo e não de uma pequena parte que nem sequer foi escolhida pelo todo?!?!?!

#3-“Pára. pára… pára! Mais questões só te irão atormentar, e cada vez mais. Não precisas disso para a tua vida… por favor acredita!”

Eu sei. Eu sei que não preciso… mas se tiver de o ter para mudar uma outra consciência, que não a minha, assim o farei. Assim Serei. E pode ser só uma… ou então, como prefiro, podem ser milhões. Mas farei sempre o que a minha pulsação dita, mesmo que o meu dia seja cinzento, mesmo que a falta de Sol me arranque um bocadinho de meta-carne…
Serei sempre um dos mais-azedos e fiéis limões da Verdade, da Justiça, e de tudo o que um Verdadeiro e Rico (espiritualmente falando) Deus defenderá. Minto. Que um Verdadeiro Deus defende. Tal como a minha Deusa Guerreira o faz.. :3
Eu serei sempre uma louca e alienada criança, louca pela dança de Viver e de Sentir. Prefiro tirar um intervalo eterno para ser Feliz. Prefiro mil vezes isso a compactuar com a corrupção gananciosa que rege alguns corpos não-existenciais.

#3-“Cuidado! Um dia ainda te dás mal…”

Que dê. Não vou mudar quem sou apenas porque tu te “preocupas comigo”. Se tens algo mais a dizer, di-lo ou cala-te de uma vez! Raios partam estas meta-vozes… Iiiiiiiiiirrra!!!!!

O.o …silêncio….silêncio….silêncio… o.O

Aih o quanto eu gostaria e desejo saber e de ser o que vai na ganância de alguns e de algumas coisas…. o quanto eu gostaria de saber o porquê de o dinheiro ser sinónimo de poder, de valência, de importância… Onde e quando é que  o dinheiro substituiu a Honestidade, a Sinceridade, a Humildade, a Consciência, a Justiça, o Amor, a Amizade e tudo o que verdadeiramente importa intemporalmente? E porquê? Os desonestos e perversos ricos actuais (monetariamente falando) só continuarão a sê-lo enquanto pensar-mos que “os ricos serão sempre ricos” e enquanto gastar-mos as nossas preciosas energias (tudo é uma forma de energia) em ideias como “Ah o mundo foi sempre assim e continuará a sê-lo”. MENTIRA. Nem sempre foi. Nem sempre o será. E eu deposito toda a minha Fé, Toda Ela, nesse pensamento. No pensamento concreto e não-utópico de que a Justiça, o Amor e a Harmonia prevalecerão sobre a ganância; sobre o egocentrismo; sobre o mal; sobre as trevas; sobre a usurpação de lideranças escolhidas pelo Povo; sobre a pobreza de quem morre devido à fome em detrimento de barrigas cheias de si e do seu vazio meta-prefixado; sobre tudo o que mal governa este nosso (de Todos, teu também) Mundo; sobre quem se considera prepotentemente intocável e inimputável; sobre tudo isso que Sua Consciência, feita minha, considera errado.
Eu não sou o profeta. Eu sou apenas mais um de muitos milhões que profetizam o Bem comum em concordância com JAH. Nós somos milhões de Almas, unidas por uma consciência Global, particularizada por pequenas coisas, por partes que realçam o Seu Todo comum, a vitória do Bem sobre as trevas. Há sempre luz ao fundo do túnel. SEMPRE. Cabe-lhe a si, leitor, ditar o comprimento desse tunel e o quão longínqua é que está essa Luz, a sua Paz interior. A Felicidade pura de estar feliz por ver alguém verdadeiramente feliz; A rejeição da inveja pelo sucesso de outrém, apenas por não ser nosso. E você, o que fez para ter esse sucesso? Invejar? Esse não é o caminho… A Paz interior valoriza outros. A Felicidade pura entra sinuosamente pela recta da Vida de cada um. Mas ela escolhe apenas quem tem Consciência, a Sua Verdadeira Consciência! E não vale defender o que se não acredita. Isso é fazer batota e a Vida pune essas batotas… e valores errados, como sempre foi e continuará para sempre!

#1-“Olha, o Sol está a abrir..!”

Pois está… o dia já não mais é cinzento. Chama toda a gente! Vamos lá fora Viver como deve de ser. Perdoar não é esquecer… Vamos é brincar e brindar à Felicidade!

04012013426

Advertisements

2 Comments Add yours

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s