Prof. Maria José e Companhia.

Este é o melhor poema que alguma vez terei hipótese de passar o coração em cima. Não pelas palavras, não pelas frases, não por nada do que está à vista de qualquer um… A verdade é que a intencionalidade e o carinho ternurento com que foram proferidas (a que eu tive oportunidade de presenciar, tendo-a do meu lado) fizeram de mim o que sou hoje. Espero que faça de vocês melhores pessoas, melhores Almas, melhores VOCÊS. Foi no final do meu 12º Ano. Foi o início da caminhada livre que é a minha vida. Espero que em momentos de pouca luz vos sirva de guia. A mim serviu. A mim abriu-me os olhos para qualquer réstia de luz, fechou-me a Alma para qualquer imensa escuridão… Eu peguei nele passados 4 anos, quando tudo parecia perdido, quando eu me encontrava sem destino ou rumo. Deu-me ânimo eterno, deu-me a paz de que precisava… Assim como outras coisas na vida. Obrigado Poyel por teres surgido pouco depois… :3

____

Horas de mágicos cansaços,

Uma saudade nova em nosso peito mora

O Sol lá fora ainda brilha…

Chama-te, tentando secar a chuva que de ti se derrama…

Escuta o silêncio do aroma da terra molhada pelo teu pranto que a fecunda,

Deixando-a prenhe de cores…

Despoja-te das vestes que te oprimem e percorre os campos.

Envolve-te com a Terra, funde-te com ela que te abraça, qual amante em tempo de amor feliz…

Entende, agora, os murmúrios, as palavras que a Terra te segredou…

O Sol…

Ergue-te por mais um dia que passou…

Amanhã, o Sol brilhará de novo… e de novo chamará por ti.

Tudo se renova sempre, num ciclo silencioso e calmo…

Tens uma outra estrada iluminada para trilhar

E no quadro que vais pintar, se depressa o perceberes,

És tu quem traça o rascunho, escolhes as cores que quiseres.

Trazes dentro de ti a Liberdade como um Destino…

Entre nenúfares de Serenidade

O Destino não se esconde atrás de uma porta qualquer

Tens de o saber procurar e merecer

Porque este íntimo, secreto

Nobre silêncio concreto,

Este oferecer-se de dentro

num esgotamento completo,

este ser-se sem disfarce,

este dar-se, este entregar-se,

descobrir-se,

É TEU, de mais ninguém…

12 de Setembro de 2008

OS PROFESSORES DO IPSB

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s